O gabinete apresenta exposição individual de obras recentes produzidas em 2015 e 2016, reunindo produção madura, muito completa do grande artista piauiense radicado em Brasília há tantos anos. De volta à sua Parnaíba natal, onde passa a maior parte de seu tempo nos últimos meses,  Galeno adquire potencializa cada vez mais sua obra densa de significados e inovações, num universo cada vez mais abrangente. Das pinturas, às esculturas e objetos, a mostra dá um ótimo panorama de sua obra. Há um segmento obras históricas também completando um olhar largo sobre a criação instigante  deste artista, cada vez mais contemporâneo !!!

Palavras do curador
Segundo o curador Marco Antonio Vieira, a exposição pode ser sintetizada como “Pintescrituras: (Re)torno, Grafismos, (Des)objetos em Galeno”
Galeno a gravitar em torno dos objetos eleitos pelo seu desejo (de) pintor. Um (re)torno é    também ele uma (re)volta. Arte e vida que se confundem, signos de uma história brincante, explosão cromática reveladora de uma escrita poética que se traduz, a um só tempo, gráfica e quase hieroglífica: há nas pinturas e objetos de Galeno uma troca de olhares em que eclodem insistentes e emergem obsessivos motivos de uma quase musicalidade: ritmo, repetição, tema, coloração. E há um passado que vive nestes objetos que figuram fantasmáticos, repetitivos a povoar as (re)voltas de Galeno em suas novas obras. Segredos de uma criptografia particular e intransferível. (Des)materialização dos objetos de outrora. (Re)definição do figurativismo e da abstração a um só tempo. (Re)voltas, portanto.
Neste (re)torno de Galeno, o olhar curatorial detém-se e repousa sobre a insistência escritural do artista, sua identidade caligráfica, por assim dizer, em suas unidades mais essenciais e reconhecíveis. Enquadramento fragmentário em que vocábulos pictóricos declinam-se igualmente para fora das margens do quadro: carretéis, lamparinas, camaleões, trechos de uma arquitetura geometrizada, barcos fluviais, santos e oratórios em que espectros de Farnese de Andrade suavizam seus barroquismos e abraçam a concentração em linhagem de inspiração construtivista. Galeno constitui-se como um intérprete  que traduz e expõe o coração de seu país, alusão ao concretismo e neoconcretismo nacionais, mas com vocação universal.
É o Galeno, a um só tempo senhor e efeito de um mundo de cores, formas e símbolos que resistem. Ele insiste, vibrante e vibrátil, mas exemplarmente exato em seus esquemas composicionais. Galeno que (des)loca, (re)loca e (re)desenha os objetos de sua eleição em grafismos cuja matemática quase-musical flerta com a sintaxe visual indígena naquilo que de mais rítmico e rigoroso ela possue. (Re)encenações entre o figurativo, a geometria e o abstrato. (Re) escritas pictóricas  do  mundo.

Sobre o artista
Vive e trabalha entre Brasília e Parnaíba (PI).  Estudou artes em Brasília com artistas e na Universidade de Brasília. Sua obra resgata a pintura forte e construtiva, muito singular. Contemporânea, mas muito relacionada as suas raízes. Incorpora elementos inusitados e inovadores, resgatando de modo erudito sua própria história. Elementos e narrativas vividas criam um universo singular, geométrico e colorido, muito único, de grande erudição e elementos sociais, resgate de tradições visando o universal, criando uma linguagem muito própria.
Participou em diversas exposições coletivas e individuais no Brasil e no exterior, principalmente na Europa. Ganhou vários prêmios aquisição e outros, inclusive de residência no exterior. Tem obras em coleções importantes, inclusive
de vários museus e centros culturais mundo afora. Foi um artistas selecionados para Bienal do Mercosul 2015 que mostrou 8 obras de sua autoria e também teve 5 obras adquiridas pelo Museu de Arte do Rio, além de ter participação prevista em várias ferias e exposições internacionais em 2016 .

Gabinete de arte k2o
A galeria “Gabinete de Arte k2o” foi criada por sua diretora Karla Osorio Netto, em 2013, culminando longo percurso dedicado à difusão da arte contemporânea em Brasília. Durante 15 anos, ela criou e manteve o ECCO – Espaço Cultural Contemporâneo, maior e principal espaço institucional privado dedicado só à arte contemporânea da capital do Brasil.
Colabora de modo direto na inserção de artistas contemporâneos no mercado e na cena institucional. Privilegia a produção mais inovadora em arte, com programa de exposições temporárias, fomentando várias linguagens e técnicas. Representa artistas brasileiros e estrangeiros, focando sua ação tanto a nível nacional, quanto internacional, inclusive participando em feiras de arte. Apoia pesquisas e projetos inovadores, desenvolvendo também programa de cursos, palestras, parcerias com outros espaços e instituições, além de intervenções no espaço público. Pretende estimular a produção curatorial, em  projetos com curadores visitantes e residências de artistas. Além da sede em Brasília, possui escritório em São Paulo e trabalha também com mercado secundário.

Serviço
Exposição: GALENO
Abertura: Sexta, 18 de março, de 18h às 22h só para convidados
Visitação: 18.03 – 17.04.16, das 10h – 18h30, mediante agendamento

Gabinete de Arte k2o
Endereço: SMDB Conjunto 31 Lote 1B – Lago Sul
Brasília – DF, CEP 71.680-310 Brasil.
Tels: +55 61. 34681152 / 99642103
E-mail: mk.gabinetek2o@gmail.com
www.gabinetedeartek2o.com
Facebook: https://www.facebook.com/gabinetek2o/
Instagram: https://www.instagram.com/gabinetek2o/

flyer-manutencao-galeno